quarta-feira, 30 de março de 2016

´Paço da Liberdade


                                                   
Clicar sobre a foto abaixo para aula de campo no Paço da Liberdade em  Educação para o Patrimônio Cultural em 2014.



Veja  O Antigo e Novo de Curitiba        Veja aqui!  Portifolio, material gráfico de Desenhadores de Rua

Veja Aqui por Susan Blum Moura Fotos destacam em detalhes o Paço da Liberdade


No dia 24 de fevereiro de 2016, o Paço Municipal (atual Paço da Liberdade) completou 100 anos. O prédio foi sede da prefeitura e da Câmara de Curitiba por quase cinco décadas. Na semana do aniversário de Curitiba, o projeto Nossa Memória conta a história dessa que é uma das construções mais importantes da cidade. Antes dela, entretanto, outras edificações foram erguidas com a finalidade de sediar o poder municipal.
                              



 Vista de como era  o local antes da construção da edificação "Art  Nouveau", existia o Mercado Municipal, destacando na foto sua fachada e os antigos carroções transporte da época, com certeza trazendo e transportando alimentos.Foto Acervo Paço da Liberdade.

.


O prédio do paço ainda em construção – envolvido pelas paredes do antigo mercado que existia naquele local desde 1874. (Foto: Prefeitura de Curitiba)  o interessante desta foto, a observação da fachada do mercado ainda intacta permanecendo até o termino da construção e posteriormente  colocaram -a  abaixo ( demolida). 







O prédio do Paço Municipal em 1916. No primeiro andar ficava a prefeitura e, no segundo, a Câmara. (Foto: Arthur Wischral/acervo Paulo José da Costa)





Vista aérea da praça Generoso Marques, com o prédio do paço ao centro. (Foto: acervo Cid Destefani)



Cândido Ferreira de Abreu, prefeito de Curitiba que implementou os Melhoramentos. (Foto: Prefeitura de Curitiba)



Cândido de Abreu 


A equipe que compunha a Comissão de Melhoramentos em 1913. (Foto: acervo Cid Destefani)



A população deslumbrada observa uma compressora. (Foto: acervo Cid Destefani)



Avenida João Gualberto, Rua do Colégio Estadual do Paraná com destaque para a “Casa das Ferraduras”, residência de Cândido de Abreu. (Foto: acervo Cid Destefani)




Diagrama da fachada frontal do prédio. Chamam atenção os detalhes “Art Nouveau”.(Foto: acervo “As virtudes do Bem Morar”)


A imagem do Paço se tornou emblemática e, desde a sua fundação, passou a figurar em inúmeros cartões-postais. (Foto: Reprodução da internet)




Veja Mais

Veja site de


domingo, 20 de março de 2016

quinta-feira, 17 de março de 2016

Iluminuras Medievais

Publicado em 31 de jan de 2013
Vídeo educativo sobre as ilustrações dos livros medievais com a arte da iluminura.

domingo, 6 de março de 2016

Mapeamento de imagens e palavras





                            

fotografia Ronel Corsi



Fórum: Elaborando uma discussão teórica

Parte superior do formulário
Modo de visualização
Parte inferior do formulário
Parte superior do formulário
Parte inferior do formulário

Diante da formação dos conceitos de memória social
por RONEL CORSI - quinta, 10 Set 2015, 14:37

O Patrimônio cultural, material e imaterial depende da compreensão e do reconhecimento da
importância do espaço físico da escola, do seu entorno, na cidade, e no
significado para as pessoas. Como se refere ARGAN (1992, p.244).
[...] sem esses pontos de concentração e irradiação cultural,
não é concebível até hoje, nenhuma forma de organização do
ambiente. (ARGAN, 1992).
ARGAN, G..C. História da arte como história da cidade. São Paulo: Martins
Fontes,1992
 Para entendermos a cultura de todos os lugares do mundo, muitas vezes em nossas aulas no passado, destacados como folclore, nas expressões e modo de comunicação dos povos, suas histórias, modos de construções, o jeito de preparo dos alimentos, do modo que rezam, nas confraternizações sociais, no processo do fazer e criar e o modo dinâmico e vivencia de todos os povos, criados e recriados no presente.
Entende-se por cultura todas as ações por meio das
quais os povos expressam suas “formas de criar,
fazer e viver” (Constituição Federal de 1988, art.
216). 
Re: Diante da formação dos conceitos de memória social
por CLAUDINEI RODRIGUES - sexta, 11 Set 2015, 21:56

 Um dos maiores desafios encontrados pelo professor da atualidade é demonstrar ao aluno o quanto a disciplina com a qual trabalha é essencial para sua formação tanto pessoal quanto profissional. Este problema muitas vezes, é fator desencadeador de indisciplina. Após quinze anos atuando como professor de história no ensino público e particular crê ser minha missão motivar os alunos em relação à história, para que percebam como ela está presente no seu cotidiano.  Acredito que se o aluno tivesse clareza em relação a esta necessidade seria muito mais fácil contribuir para a formação da consciência histórica nos cidadãos que estão em sala.
 
Re: Diante da formação dos conceitos de memória social
por RONEL CORSI - sábado, 12 Set 2015, 03:07

Certamente professor Claudinei, a conscientização, e o modo dos alunos se portarem a educação, bem como as influencias midiáticas, celulares e outros, são fatores que extrapolam  em nossa realidade. Em uma das aulas de arte, estávamos discutindo o dia 7 de Setembro, tomando por base o Livro de Arte http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/livro_didatico/arte.pdf pag. 216 Com o Titulo QUE PAIS É ESSE, o qual poderá recorrer a musica de composição e interpretação Renato Russo, Legião Urbana. 
Que país é esse?
Quando passeamos pelas ruas de nossa cidade, dificilmente pensamos na origem dos nomes das lojas nos letreiros. Qual  é a origem destes nomes?
E as marcas de roupas e tênis que usamos? São nacionais ou internacionais? Por que preferimos usar as marcas importadas?
Preferimos “aquele” tênis famoso e original, vindo de outro país, quando
aqueles fabricados no Brasil têm a mesma qualidade?
Essa preferência por coisas estrangeiras se reflete também na forma
como os jovens se cumprimentam. Quais expressões os jovens usam
no dia-a-dia?
Pedi para 5 alunos fossem a frente, e fizessem alguns comprimentos conforme discorre o assunto da pagina 216  do livro, mesmos antes de se ler, e os alunos não saberem o porque, certamente não foi diferente, o modo de cumprimentar-se semelha-se ao jogadores de basquete dos Estados Unidos, bem como o modo de se vestir de nossos alunos, os agasalhos de frio, o boné e o tênis, todos com marcas de publicitárias que relacionam a um outro lugar, bem distante da realidade de cada aluno ali presente. Não referencia  nem um pouco a autonomia brasileira, ou melhor a independência do Brasil.
Para todos que representam as forças políticas brasileira, precisam de dialogo, diante dessa nação importante para a América Latina, Necessitamos de Democracia.

Enviado em 23 de jul de 2011


O Estudante - Filme Completo

Publicado em 28 de out de 2013
"O Coração não se cansa de aprender."

O Estudante

O
Estudante conta a aventura de Chano, um homem de 70 anos de idade, que
acaba de se inscrever na universidade para estudar Literatura. Assim, se
encontra com o mundo dos jovens, de costumes e tradições muito
diferentes das suas. Porém, com Dom Quixote sempre como exemplo, Chano
atravessa a barreira das gerações e faz novos amigos, torna-se um guia e
ajuda a resolver seus problemas. Até que um forte golpe acontece em sua
vida e serão agora seus jovens amigos, que terá que ajudá-lo a superar.

É simplesmente encantador este filme..
O que significa arte para você? e seus colegas que conceitos tem sobre esse tema? 

Publicado em 28 de ago de 2014
Café Filosófico da TV Cultura





 Para conhecer as opiniões da turma, organize um fórum. A ai uma nova ideia para realizarmos um Blog, onde poderemos realizar um fórum de opiniões. Poderemos começar pela sala de aula e discutir como realizar este espaço na internet e formar um intercambio cultural entre os participantes dos anos 9º A, B,C mas tarde podemos fazer intercambio com outras turmas e outros colégios quem sabe.

Abaixo deixo um exemplo sobre atividade do Blog e sobre Arquitetura, objetos e memória dos Colégios antigos  de Curitiba, onde formamos junto com alunos um local como se fosse uma pasta que chamamos de portfólio onde você pode olhar por datas e meses do ano o qual mostra fotografias registros e comentários  e assuntos sobre o Patrimônio e o Meio Urbano da Cidade de Curitiba.

Verifique atividades de Mapeamento e histórico de  nosso Colegio Gott




1- TAREFA 

Em uma folha sulfite A4, Realize uma composição ou um croqui onde apareça varias linguagens de arte, você pode ter suas próprias escolhas ao selecionar o que considera arte. Cole ou desenhe uma imagem ou varias imagens que represente sua concepção do que seja arte. Se Preferir, escreva um trecho de um poema ou a letra de uma musica que você gosta,apresente conjuntamente com seu desenho. Após realize a abertura primeira pagina elaborada no caderno de arte.  Também você pode manter um registro fotografando o resultado,fazer um arquivo ou gravar em pendrive.



Palavras chave para pesquisar

Performance, Arte Conceitual, ( pag.25 do livro Por Toda Arte,FTD), mas veja conteúdos da internet e anote no seu caderno diário.


Observação : Segundo Paulo Bruscky na Bienal de S.Paulo,espaço destacado para a arte contemporânea, mostras do que tem de mais atual nas criações das artes plásticas. 

Paulo Bruscky expôs seus registros em fotografias, mas antes teve que participar de uma performance em uma rua movimentada de S.Paulo. Portanto sua arte esta relacionada ao meio urbano. Tratando de pessoas usando o corpo para mostrar propagandas, e noticias. Paulo Briscky deu o nome de sua obra Homem sanduíche.


1 Tarefa 
Pesquise no Google, colocando Paulo Briscky e o titulo da Obra Homem sanduíche, para entender melhor sobre a performance e registro em fotografia  do artista.

2 Tarefa
Pesquise no Google, sobre Marcel Duchamp, o qual usou um experimento, usado pelos artistas contemporâneos, o qual destacamos a arte Conceitual, a qual se utiliza dos mais diferentes recursos materiais e o dos mais diversos discursos para provocar no espectador pensamentos e questionamentos sobre a arte e a vida. 


Pesquise a palavra chave READY MADE

Escolha objetos de sua residência ou de seu pertence, registre fotografe ou desenhe ( esboços destes objetos) e faça  um READY MADE, proponha tirando a função e a utilidade cotidiana do objeto, e como um apelido atribua a estes objetos uma função poética, de um titulo ou um nome para este objeto e descreva-o considerando sua arte. mesmo que você não tenha feito absolutamente nada, compare ao trabalho de Marcel Duchamp o qual batizou um objeto de banheiro masculino e deu o nome de Fonte.